Filtros
Uva
País
Marca
Volume
Faixa de Preço

Espumante

Símbolo dos brindes, o espumante tem lugar privilegiado no menu de festas e celebrações. A cor dourada e o perlage (as famosas borbulhas) são as principais características da bebida – muitas vezes referida como champagne ou Prosecco.

Ao se alimentarem do açúcar do mosto (sumo de uva), as leveduras o transformam em álcool e gás carbônico, o que origina as bolhas. O teor de anidrido carbônico é o que diferenciará champanhe, espumante natural, espumante moscatel e vinho frisante – estes últimos menos concentrados e obtidos a partir de fermentação simples.

Qual a diferença entre Champanhe e Espumante?

O espumante é produzido hoje em quase todas as regiões vitivinícolas do mundo. Porém, somente os espumantes oriundos da região de Champagne, no nordeste da França, podem usar o nome de Champanhe. Além disso, o local apresenta uma combinação peculiar de solo rico em calcário e clima frio e úmido. O território também tem forte associação com a história do espumante, sendo a casa de rótulos como Dom Pérignon e Veuve Clicquot.

Dessa forma, a região de Champagne produz uma das bebidas mais exclusivas e reconhecidas do mercado. O método de produção empregado (tradicional, ou champenoise) também diferencia os produtos, conferindo o perlage e outras características específicas ao Champagne.

Métodos de Produção do Espumante

Os vinhos espumantes podem ser produzidos a partir de diferentes métodos, dentre eles três principais que abordaremos aqui. O método tradicional ou champenoise, usado para fazer champanhe, o método Charmat pelo qual se obtém a maior parte dos espumantes. Já o método Asti é utilizado na produção de alguns rótulos de espumante moscatel.
Agora que você já conhece mais sobre o espumante, confira as demais opções de vinhos e frisantes que o Divvino oferece, como o vinhos tintos, vinhos brancos, vinhos rosé e frisantes!

Produtos