Entendendo de vinho

Guia de uvas: Nebbiolo, uma das principais uvas do Piemonte

Entendendo de vinho / 3 min

3 de julho de 2019

Conhecida por sua acidez e taninos acentuados, a Nebbiolo é uma das principais uvas da região do Piemonte, na Itália. Dá origem a um vinho complexo e rústico, com um grande potencial de guarda, envelhecimento e aromas de alcatrão e rosas. Para conhecer mais sobre esse clássico da enologia, continue a leitura!

Origem

Embora haja controvérsias quanto à sua origem, as primeiras menções a vinhos da uva Nebbiolo datam do final do século 13, na região de Piemonte, no noroeste da Itália. Seu nome, em italiano, significa “névoa” e faz referência à neblina das montanhas onde o fruto é cultivado.

uva nebbiolo

Até hoje, boa parte da produção da casta ocorre na Itália, uma vez que não é uma uva de fácil adaptação a outros terroirs. Mesmo assim, há um número pequeno de produtores em países como Estados Unidos, Argentina, México, Brasil e Austrália.

Um dos principais fatores que contribuem com a popularidade dos vinhos feitos com a Nebbiolo são as denominações de origem que a utilizam como uva mãe. São muitas, porém as mais conhecidas são Barolo e Barbaresco.

Características da uva

Os vinhos da uva Nebbiolo são conhecidos por sua complexidade, com grande potencial de guarda (mais de dez anos, dependendo do produtor, safra e método de vinificação) e notável evolução em taça durante a degustação.


Seus taninos e sua acidez são bem presentes, e nos aromas é possível encontrar desde frutas vermelhas, especiarias e rosas, a notas mais rústicas, como minerais, couro e alcatrão. Já sua coloração é uma tonalidade de vermelho granada, com bordas acastanhadas.

Os vinhos da região de Barolo, são elaborados 100% com a uva Nebbiolo. São vinhos bastante profundos, intensos, longevos rústicos e com excelente potencial de guarda.

Já os Barbarescos são menos tânicos que os Barolos, mas ainda assim muito complexos. Seus aromas são mais puxados para as frutas vermelhas, como morango, framboesa e cereja.

Há ainda outras variações menos complexas, como Langhe Nebbiolo, Nebbiolo D’Alba e Magno. São vinhos que apresentam as mesmas características da uva, porém não necessitam de tanto tempo evoluindo em garrafa, podendo ser apreciados mais jovens.

uva nebbiolo2

Harmonização

Graças ao seu alto índice de acidez e taninos, a Nebbiolo deve ser harmonizada com pratos que tenham sabores ácidos, mas ao mesmo tempo um bom índice de gordura. Essas características devem estar bem equilibradas, ou sua degustação não será agradável.

Alguns dos pratos comuns para essa combinação são carnes com boa dose de gordura, como entrecôte e carré de cordeiro. Uma das harmonizações mais conhecidas são com as trufas, cogumelos que se originam em raízes de carvalhos e castanheiras. São conhecidas como “diamantes da cozinha” por seu sabor terroso e amadeirado e seu aroma almiscarado.

As trufas brancas se originam na mesma região dos vinhos Nebbiolo, ou seja, em Piemonte, e são as mais adequadas para esse tipo de harmonização.

uva nebbiolo

Outra opção são os pratos italianos, afinal, trata-se de um vinho clássico da Itália. Massas com molho de ragu de carne ou cogumelos são excelentes opções.

Carnes: carnes como entrecôte e carré de cordeiro.
Massas: massas ao molho de ragu de carne ou cogumelos;
Queijos: brie, camembert e queijo de cabra.

Vinhos Nebbiolo

Para quem procura por vinhos com presença e sabor bem pronunciado, os Nebbiolos são uma excelente opção. Sua evolução em taça deve revelar o melhor do terroir do noroeste italiano.

Para encontrar os melhores rótulos produzidos com a uva, clique no banner abaixo e acesse a loja virtual do Divvino!

uva nebbiolo

Posts relacionados

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *