Harmonização

3 tipos de doces folhados e como harmonizá-los com vinho

Doces e Sobremesas / 3 min

22 de abril de 2019

As massas folhadas servem de base para receitas doces e salgadas de diferentes países. Muito embora sejam constantemente relacionadas a pratos franceses, sua provável origem é egípcia, e data de séculos antes de Cristo.

Para a harmonização de vinhos e doces folhados, serão necessárias bebidas com dulçor equilibrado e acidez capaz de neutralizar a untuosidade presente na comida. Os sabores também devem influenciar nessa escolha.

Confira a seguir os rótulos, que estão todos disponíveis na loja virtual do Divvino, que separamos para a harmonização de doces folhados e vinhos!

1. Mil folhas

É um dos doces folhados mais famosos da culinária francesa. Tradicionalmente, consiste em três camadas de massa intercaladas com crème pâtissière e polvilhadas com açúcar de confeiteiro. Algumas vezes, também leva frutas vermelhas frescas em seu recheio.

doces folhados

Para harmonizar com esses sabores, o Espumante Casa Perini Moscatel é uma excelente sugestão. Seus aromas frescos de flores e frutas devem casar-se perfeitamente ao sabor de baunilha e textura amanteigada da sobremesa.

Esse é um espumante produzido no Brasil pela vinícola Casa Perini e premiado internacionalmente como o quinto melhor vinho do mundo em 2017, segundo a World Ranking of Wines & Spirits.

2. Pain au chocolat

Outra iguaria da cozinha francesa, seu nome significa simplesmente “pão de chocolate”. A massa é similar à do croissant, porém em formato diferente, e leva ovos, farinha, manteiga, açúcar, sal e fermento biológico.

Para aprender a preparar esse doce folhado, clique aqui e confira a receita!

Um pain au chocolat pode ser servido acompanhado de um cálice de Taylor’s Porto Ruby, um vinho português fortificado que traz no paladar doçura e acidez. Entre seus aromas, é possível encontrar traços de frutas negras em compota.

Os Vinhos do Porto Ruby têm por característica a harmonização fácil com chocolates. Seu alto teor alcoólico é capaz de limpar a untuosidade entre um pedaço e outro do doce, e seu dulçor é equilibrado e não atrapalha na degustação.

doces folhados

3. Pastel de nata

Conhecido mundialmente como a sobremesa típica de Portugal, o pastel de nata é a combinação de uma massa folhada crocante a um recheio à base de gemas polvilhados com açúcar e canela.

Muitas vezes é chamado de pastel de belém, porém de maneira equivocada. Esse título é resguardado aos docinhos preparados na Fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa.

doces folhados

Para degustar uma iguaria portuguesa, nada melhor que um vinho também lusitano, como o Quinta Santa Eufêmia Porto Finest Reserva. Trata-se de uma bebida complexa com passagem por barricas de carvalho.

Seu paladar é elegante e com taninos macios, capazes de harmonizar com doces com recheios à base de ovos. Nos aromas, apresenta especiarias, causando similaridade com a os toques de canela.

doces folhados

Escolhendo o vinho certo, desfrutar de seu prato será uma experiência completamente diferente. Para conferir outras dicas como essa, acesse nossa categoria de harmonização no blog do Divvino!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *