skip to Main Content
Guia De Vinhos: Conheça A Região De Beaujolais

Guia de vinhos: conheça a região de Beaujolais

Bem próximo à Borgonha, há uma região da França com muita tradição na viticultura, porém que muitas vezes não tem tanto prestígio quanto sua vizinha. Trata-se de Beaujolais, na área central do país.

Os vinhos de Beaujolais já tiveram diversos picos de popularidade no decorrer dos anos. São conhecidos por serem leves e frutados, com acidez bem presente e taninos pouco acentuados.

Quer descobrir mais sobre os vinhos produzidos na região de Beaujolais? Leia o post até o fim!

Origem

A região de Beaujolais fica localizada na área central da França, ao sul da Borgonha e norte de Lyon. A atividade vitivinícola começou com os romanos ainda no primeiro século, graças à rota de comércio que o Rio Saône, que banha a região, proporcionava.

O fato determinante para o desenvolvimento da identidade dos vinhos Beaujolais ocorreu apenas no século 14, quando o Duque Filipe II proibiu o cultivo da uva Gamay na região da Borgonha. Segundo ele, tratava-se de variedade incapaz de produzir vinhos elegantes, como a Pinot Noir.

Isso fez com que o cultivo da Gamay crescesse em Beaujolais, local onde se adaptou bem às condições climáticas e ao solo granítico. Hoje, 99% dos rótulos da região são feitos a partir dessa uva.

vinho beaujolais origem

A principal uva cultivada na região de Beaujolais é a Gamay.

No século 19, com o desenvolvimento da ferrovia que ligava o restante da França a Paris, a procura pelos vinhos de Beaujolais começou a aumentar, pois eram bebidas leves e frutadas.

Seu segundo pico de popularidade viria a acontecer na década de 1980, graças à variedade conhecida como vinho Beaujolais Nouveau. Conhecido como um Vin de Primeur, essa subvariedade é vinificado, engarrafado e vendido no mesmo ano de sua colheita.

Todos os anos desde então, na terceira quarta-feira de novembro, ocorre na região uma festividade para a abertura das garrafas e prova dos vinhos durante seu melhor período de consumo.

O aumento na demanda, porém, também causou efeitos negativos: muitas vinícolas começaram a produzir vinhos de menor qualidade, resultando em desinteresse por parte do público. Na safra de 2001, por exemplo, mais de 1 milhão de garrafas foram destruídas pela falta de procura.

vinho beaujolais noveau

Apelação de Origem Controlada

Desde o ano de 1936, a região de Beaujolais possui diversas AOC (Apelação de Origem Controlada). Além dos vinhos Beaujolais AOC, há subdivisões, como Beaujolais-Villages, Cru Beaujolais, Beaujolais Blanc e Beaujolais Rosé.

Para serem considerados um Beaujolais AOC, além de serem cultivados e vinificados na região, os vinhos devem ter no mínimo 10% de graduação alcoólica, produção máxima de 60 hl/ha e chaptalização máxima de 3 g/L.

Os Beaujolais-Villages são vinhos produzidos em 39 vilas nas partes norte e oeste da região. A principal diferença está no solo, que possui xisto granítico, o que confere aos rótulos características especiais. Algumas das regras também podem ser levemente diferentes.

Já os Cru Beaujolais são considerados por muitos os melhores vinhos da região. São produzidos em 10 vilas localizadas aos pés das montanhas e, muitas vezes, não apresentam o nome Beaujolais em seus rótulos, mas, sim, o da sub-região onde foram feitos.

Os vinhos chamados de Beaujolais Blanc ou Rosé, como o nome sugere, são os brancos e rosés produzidos na região. A Chardonnay é a uva utilizada para os brancos, enquanto os rosés são feitos de Gamay, assim como os tintos. Apenas uma porcentagem muito pequena da produção é destinada a essas variedades.

Beaujolais Nouveau

É um tipo de vinho com fermentação mais rápida, com o objetivo de que esteja pronto para o consumo no mesmo ano da colheita das uvas. A data oficial de lançamento da safras anuais é a terceira quarta-feira de novembro.

A data limite para a venda do vinho é dia 31 de agosto do ano seguinte à colheita, já que, após esse período, a bebida não está mais em suas melhores condições de consumo.

Cerca de 50% da produção de vinhos Beaujolais é destinada aos Nouveaus, graças à procura mundial por essa variedade.

Características do vinho Beaujolais

A uva mais utilizada para a produção dos vinhos Beaujolais é a Gamay, uma casta que se originou na Alemanha, mas só ganhou fama nessa região da França. Dá origem a vinhos de corpo leve, com bastante acidez e taninos pouco acentuados. Por essas características, é frequentemente comparada à Pinot Noir.

vinho beaujolais características

A grande maioria dos vinhos da região é feito com a uva Gamay.

Além disso, na região de Beaujolais, é empregada uma técnica de produção conhecida como maceração semi-carbônica. Para esse processo, as uvas são colocadas em tonéis de inox ou cimento de 4 litros a 30 mil litros.

Um terço das uvas na parte mais funda dos tonéis é espremida naturalmente, pela força da gravidade. Isso resulta em um processo natural de fermentação, graças às leveduras encontradas nas cascas das uvas.

Com o tempo, esse processo libera dióxido de carbono, que começa a saturar o restante das uvas que haviam permanecido intactas, estimulando a fermentação intracelular. O resultado são vinhos mais frutados e menos tânicos, principal característica dos Beaujolais.

Os aromas característicos desse tipo de vinho incluem frutas vermelhas frescas, como morangos e romã, banana, e flores, como violetas e peônias. Em alguns rótulos, também é possível encontrar notas de mineralidade.

Como a finalidade normalmente é valorizar o frescor e as características frutadas do vinho, raramente têm passagem por barrica.

Harmonização

Por ser um vinho leve, ácido e frutado, é necessário escolher comidas que tenham intensidade similar no paladar.

Para acompanhar uma garrafa de Beaujolais, a melhor opção é apreciar pratos de charcutaria francesa, como patês, terrines, rillettes e salames tipo saucisson. Para os queijos, opte por Brie e Camembert.

vinho beaujolais harmonização

Pratos principais à base de peixes ou frutos do mar com molhos leves também combinam muito bem.

Caso você opte por variações mais encorpadas do Beaujolais, como Village ou Cru, também é possível fazer harmonizações com aves assadas, como frango e pato, ou lombo de porco grelhado.

Carnes: peixes e frutos do mar; aves assadas; lombo de porco grelhado
Charcutaria: patês, terrines, rillettes e salames tipo saucisson
Risotos: risoto de pato
Queijos: brie e camembert

Os vinhos de Beaujolais são produzidos na região norte da França, próximo à Borgonha. Em sua grande maioria com a uva Gamay, são conhecidos por serem bebidas leves e frutadas.

Além disso, a variação Beaujolais Nouveau tem prestígio internacional, pois seu período ideal de consumo é curto. Por todo mundo, há uma alta procura por exemplares do vinho.

No Divvino, você encontra rótulos de Beaujolais, além de muitas outras variações de vinhos. Clique no banner abaixo para conferir!

vinho beaujolais divvino

Back To Top Pular para o conteúdo