Vinícolas e viagens

Época de vindima: roteiros para conhecer

Destaques / 3 min

14 de fevereiro de 2019

A época de vindima é muito importante para os produtores e os entusiastas do vinho. Afinal, é o período que culmina na colheita das uvas e em seu preparo para a produção da bebida.

Por essa razão, é comum que haja roteiros turísticos organizados por vinícolas para que o público possa conhecer esse processo. Nesses passeios, há atrações como colheitas simbólicas e refeições harmonizadas.

Confira a seguir alguns roteiros para conhecer na época de vindima!

Serra gaúcha

É a principal região vinífera do Brasil, tendo alcançado 90% da produção de todo o país. Por essa razão, as vinícolas gaúchas abrem as portas durante o período de vindima (entre o fim de janeiro e março) e organizam passeios para o público.

Um deles é a colheita das uvas, onde os visitantes podem retirar, simbolicamente, os frutos das videiras com as próprias mãos. A pisa das uvas também é comum, simulando o método antigo de extração do suco das frutas. Ambas, porém, são atrações turísticas e não representam a produção real da bebida.

Além disso, em algumas vinícolas, é possível participar de refeições ou piqueniques no meio dos vinhedos. São servidos petiscos, embutidos, sucos de uva e, é claro, vinhos diversos.

Algumas das vinícolas que oferecem passeios ecoturísticos são Casa Perini, Miolo e Salton.

época de vindima

A vinícola Miolo, na Serra Gaúcha. Foto: Lidyanne Aquino/Flickr.

Mendoza (Argentina)

A província de Mendoza é considerada a capital do vinho na América do Sul. Situada aos pés da Cordilheira dos Andes, é responsável por 66% da produção de toda a bebida na Argentina.

Por essa razão, a época de vindima é celebrada com fulgor por todos na cidade por meio de uma grande festa. O evento é tão grande que a revista National Geographic considera um dos melhores do mundo.

A Festa Nacional de la Vendimia, como é chamada, é comemorada desde 1936, no mês de março. Inclui um desfile de carros, uma eleição pela rainha do evento, atrações artísticas e uma missa, pedindo as bênçãos sobre a próxima colheita.

Além da festa ainda, há outras atrações. No período de vindima, que ocorre entre janeiro e março, é possível encontrar colheitas e pisas simbólicas e almoços harmonizados ao ar livre. Algumas das vinícolas que oferecem passeios são a Bodega Catena Zapata e Bodegas Salentein.

Chile

A produção de vinhos no Chile se concentra principalmente em sua região central. Graças a seu terroir, o país se destaca como principal produtor do Hemisfério Sul e quinto maior do mundo.

Além das tradicionais colheitas e pisas, há tours completos por diversas vinícolas, que incluem passeios, visitas às fábricas e degustações variadas.

Na vinícola Concha Y Toro, que recebe 180 mil pessoas anualmente, é possível visitar a caverna por trás da lenda do rótulo Casillero Del Diablo. Já em Viu Manent, há passeios de charrete para conhecer a propriedade.

Assim como na Argentina, também há festas tradicionais de vendimia durante o mês de março. No Chile, porém, há eventos variados em diversas cidade do país.

época de vindima

Villa Aquitania, aos pés dos Andes, no Chile. Foto: Richard Espinoza/Wikicommons.

O enoturismo na época de vindima é o passeio ideal para os amantes do vinho. Conhecer os processos de produção e colher os próprios frutos certamente são experiências marcantes.

Gostou do nosso conteúdo? Qual desses locais você pretende conhecer? Escreva nos comentários!


Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *