skip to Main Content
Entenda Como é Feito O Vinho Verde

Entenda como é feito o vinho Verde

O Vinho Verde, ao contrário do que muitos pensam, leva esse nome por conta de sua Denominação de Origem Controlada, e não pela coloração da bebida em si. O rótulo pode somente ser produzido em uma região específica no noroeste de Portugal e foi, inclusive, a primeira bebida dessa categoria a ser exportada pelos lusos para outros países.

Quer saber mais sobre a temática e entender como é feito o Vinho Verde? Continue a leitura!

Banner Clube D

Processo de produção

A produção do Vinho Verde envolve as mesmas etapas de elaboração de rótulos tradicionais. A grande diferença é que a bebida é produzida de acordo com critérios específicos de sua Denominação de Origem.

Nesse sentido, o Vinho Verde só pode ser elaborado com castas específicas — como Alvarinho, Loureiro e Arinto — e, principalmente, na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, a noroeste de Portugal. Isso quer dizer que nenhum outro lugar do mundo pode produzir esse tipo de rótulo.

Tanto é que todos as bebidas feitas pela D.O.C contam com um selo de garantia — processo instituído em 1959 para atestar a qualidade dos exemplares.

Durante a elaboração, o Vinho Verde é submetido aos processos tradicionais, desde a colheita, esmagamento, fermentação e envase. Isso quer dizer que os Vinhos Verdes, embora levem esse nome, podem ser brancos, tintos, rosés e até mesmo espumantes.

O nome “Vinho Verde”, então, teria sido criado — supostamente — referenciando a paisagem natural da região, conhecida também como jardins de Portugal.

Como é feito o Vinho Verde em Portugal

O Vinho Verde é produzido exclusivamente em Portugal e, ao contrário do que muitos pensam, pode ser branco, tinto, rosé ou espumante.

Região Demarcada dos Vinhos Verdes

Localizada entre Douro e Minho, a noroeste de Portugal, a região produziu, apenas em 2021, 84,9 milhões de litros de Vinho Verde, de acordo com a Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal (CONFRAGI).

O clima da Região Demarcada dos Vinhos Verdes é mediterrâneo, com influência marítima do Atlântico. Os solos são de origem granítica e a área conta com alto índice pluviométrico. 

Por possuir inúmeros microclimas, também é dividida em 9 sub-regiões, sendo eles Amarante, Ave, Baião, Basto, Cávado, Lima, Monção e Melgaço, Paiva e Souza.

Monção e Melgaço, especificamente, é uma das regiões mais prestigiadas quando o assunto é produção de Vinho Verde e uma das únicas áreas que produz vinhos 100% alvarinho.

Região Demarcada dos Vinhos Verdes em Portugal

A região do Vinho Verde em Portugal conta com clima mediterrâneo e influência marítima do Oceano Atlântico.

Características do Vinho Verde

De maneira geral, Vinhos Verdes são leves e apresentam baixo teor alcoólico. Além disso, em vista do segundo processo de fermentação pelo qual são submetidos – a fermentação malolática — contam com acidez alta e, como consequência, têm excelente frescor.

Em termos de potencial de envelhecimento, aqui estamos falando de rótulos jovens, produzidos para consumo mais imediato. Seus aromas são majoritariamente compostos de notas frutadas e florais.

E como já mencionamos, os Vinhos Verdes podem ser brancos, tintos, rosés e espumantes.

Enquanto os rótulos brancos podem ter coloração amarelo esverdeado até tons de palha, tintos verdes apresentam coloração rubi com reflexos púrpura, podendo ter um leve frisante, assim como aromas de frutas silvestres.

Rosés da categoria apresentam tons claros e os aromas mais característicos da bebida são as notas de frutas vermelhas frescas (como morango e goiaba). No paladar, também são leves e frutados, podendo ter toques cítricos.

Uvas

Uvas tipicamente portuguesas são o segredo do caráter desses vinhos. Existem ao todo 47 castas permitidas para a vinificação dos vinhos Verdes. No entanto, as mais comuns, em destaque nos rótulos, são as brancas Alvarinho, Arinto, Avesso, Azal, Loureiro, Fernão Pires, Trajadura; as tintas, como Espadeiro, Borraçal, Amaral; e, ainda nos rosés, a Touriga Nacional.

Pessoas brindando com Vinho Verde

Vinhos Verdes são produzidos apenas a partir das uvas permitidas por sua D.O.C.

Harmonização com Vinho Verde

Os vinhos Verdes são elegantes e donos de acidez e frescor apaixonantes! Por isso, os pratos escolhidos precisam valorizar e ressaltar essas características.

Nesse sentido, combinam tão bem com refeições orientais, como sushi, aves e peixes de água salgada. Outras excelentes escolhas são saladas tropicais, risotos de frutos do mar, preparos à base de legumes e pratos de origem portuguesa, como o bacalhau com natas.

Vinho Verde no Divvino

Agora que você já sabe como é feito o Vinho Verde e as características desses exemplares, confira as opções disponíveis no Divvino!

Vinho Branco Português Casal Mendes Vinho Verde D.O.C.

Blend das uvas azal, pedernã, trajadura e loureiro, esse rótulo conta com tom amarelo-palha, reflexos esverdeados, notas cítricas e florais. No paladar, tem final de boca suave.

Como de costume em Vinhos Verdes, apresenta excelente frescor, harmonizando bem com carnes brancas, sushis, saladas verdes e pratos à base de frutos do mar de água salgada.

Vinho Verde Casal Mendes

Vinho Português São Gonçalo Vinho Verde D.O.C.

Produzido na sub-região de Minho, no noroeste de Portugal, tem coloração límpida, aromas frutados, notas de citrino e frutas de polpa branca. Conta com frisante leve e tem excelente frescor.

É um rótulo meio seco, que harmoniza bem com frutos do mar, saladas, iscas de peixe e aves assadas. Na hora de degustá-lo, certifique-se que a temperatura de serviço se encontra entre 6 ºC e 8 ºC.

Vinho Verde São Gonçalo

Mesmo após entender como é feito o vinho verde, ainda tem dúvidas na hora de escolher o melhor rótulo? Nós, do Divvino, selecionamos o que há de melhor na rota do Vinho Verde em Portugal especialmente para você! Clique no banner abaixo e confira!

Vinho Verde no Divvino

Flávia

Sommelier internacional pela FISAR/UCS, pós-graduada em Marketing e Negócios do Vinho pela ESPM. Há 10 anos atuando no mercado e através de diversos canais de mídia especializados no mundo do vinho. Propago conhecimento para enófilos e amantes da bebida. Falar sobre vinhos é um prazer!

Back To Top Pular para o conteúdo