La Junta, a joia do Vale Sagrado

Vinícolas e viagens / 3 min

3 de abril de 2019

A vinícola La Junta nasceu em 2001 e está localizada no Vale Sagrado, região do Vale do Curicó, cerca de 230 quilômetros ao sul de Santiago, Chile. O lugar é belíssimo e conta com uma boa diversidade de solo (de origem aluvial, argila, areia e pedra) e perfeita condições climáticas.

Os vinhedos, estão localizados na região central do vale, ao lado do principal rio da localidade, o Rio Mataquito, e rodeados por um cordão de montanhas. Juntos, proporcionam as melhores circunstâncias para o cultivo de videiras e consequentemente, vinhos com boa concentração de aroma, cor e vivacidade.

la junta

Vinhedos em Curicó

Além do Vale do Curicó, a vinícola ainda conta com uma pequena parcela de vinhedos no Vale do Maule, região do Chile que se estende desde os Andes até a Cordilheira da Costa e com excelente condições climáticas.

Os vinhedos estão plantados com a uva Pinot Noir, que necessita de clima fresco para produzir uvas de boa acidez, maturação lenta, vinhos elegantes e com boa expressão frutal.

la junta

Vinhedos em Curicó

O nome “La Junta”, representa a vontade de reunir e agregar familiares, amigos, entes queridos, com que seja possível compartir, comemorar ou apenas se divertir e passar bons momentos com uma bela garrafa de vinho em mãos e taças cheias.

la junta

Os idealizadores da vinícola, quando adolescentes, costumavam passar as férias na região de San Clemente (zona central do país). Verões ensolarados, vida ao ar livre, marcaram sua juventude. Neste tempo, puderam aprender com os camponeses como extrair o melhor da terra.

Todos os dias brincavam de se esconder nos porões, onde haviam barris de madeira. E foi assim, que pouco a pouco, sem querer, aprenderam o processo de transformar uvas em vinho. Com certeza essas memórias, o legado familiar, o amor, paixão e respeito pela natureza foi o que os uniu para criar a vinícola La Junta.

la junta

La Junta Gran Reserva Cabernet Franc

Os vinhos produzidos ali são fruto de vinhedos cultivados com paixão e delicadeza. Os produtores estão sempre atentos aos mínimos detalhes, extraindo o melhor de cada variedade, com vinhos expressivos, equilibrados e elegantes. Cada cepa, mostra sua própria identidade dando origem a rótulos honestos, persistentes e afáveis.

la junta

La Junta Reserva Viognier/Sauvignon Blanc

O grande líder e mentor da equipe enológica, é Ricardo Perez-Cruz, que mostra todo seu empenho, dedicação e paixão na produção de vinhos. Com mais de 15 anos de experiência em vinificação (sendo 10 somente no Vale do Curicó) e como consultor técnico na região de Aragão na Espanha.

Por estar baseado justamente na região do Curicó, Ricardo tem uma ótima compreensão técnica do terroir, sub-climas e melhores uvas que se adaptam à região. Todo este comprometimento e paixão, são traduzidos em vinhos para partilhar os bons momentos da vida, de forma leve e descontraída.

la junta

A esquerda, Gustavo Daher, gerente do Divvino em um bate-papo com Ricardo Perez-Cruz (a direita), enólogo da La Junta.

Uma curiosidade sobre a vinícola La Junta, é que a mesma foi atingida pelo terremoto que aconteceu em 27 de fevereiro de 2010, atingindo uma magnitude de momento de 8,8 na escala de Mercalli, este foi um dos maiores terremotos já registrados em todo o mundo. Alguns tanques de aço inoxidável utilizados no processo de vinificação foram danificados e amassados, mas a vinícola não perdeu vinho.

la junta

Tanque de aço inoxidável danificado pelo terremoto de fevereiro de 2010

Quer conhecer mais sobre os vinhos da La Junta? Clique aqui e confira alguns dos rótulos no site do Divvino!