Guia de uvas: Tempranillo

Destaques / 3 min

23 de janeiro de 2019

De origem espanhola, a uva Tempranillo está presente em grande parte dos rótulos de vinhos no mundo. Conhecida por ser uma fruta de florescimento e amadurecimento rápido, é típica da região de Rioja e são nos meses de agosto e setembro que elas estão prontas para serem colhidas e incluídas no processo de produção das bebidas.

Nos vinhos, as uvas são, de modo geral, intensas e encorpadas, o que pode variar de acordo com o terroir e processo de maturação. Se maturadas em barris de carvalho, podem deixar toda a rusticidade de sabores no vinho, como o tabaco e a própria madeira.

Para entender um pouco mais sobre as características da uva, como sabor, origem e possibilidades de harmonização, continue a leitura do post!

Origem

Há registros de que os povos fenícios, em, aproximadamente, 1.000 a.C., fizeram o transporte da uva de sua terra natal (atualmente o Líbano) e iniciaram seu cultivo em solo espanhol, mais especificamente no território de Cádiz.

Com um clima mais frio e poucas chuvas no ano, a adaptação da uva na região funcionou muito bem. No entanto, depois de muitos anos, notou-se que a fruta tem boa adaptação aos diferentes tipos de solos, o que impulsionou seu plantio em outros países, como os Estados Unidos, Austrália e África do Sul.

uva tempranillo

O nome Tempranillo vem da palavra temprano, que, em espanhol, significa cedo – uma alusão à rápida maturação da fruta. Porém, esse nome pode mudar de acordo com cada país e até mesmo dentro do território espanhol.

Em Portugal, por exemplo, é chamada de Tinto Roriz; na Itália, de Negretto; e nos Estados Unidos, de Valdepeñas. Já dentro da Espanha, em La Mancha, é chamada de Cencibel; na Catalunha, de Ull de Lebre; já em Toro, é conhecida como Tinta del Toro.

Características da uva

A Tempranillo é conhecida por ser uma uva equilibrada e adaptável. Por esse motivo, se cultivada em regiões altas e frias, trará um pouco mais de acidez e corpo; se o cultivo for em locais mais quentes e com chuvas frequentes, seu final de boca será mais marcante, com riqueza de aroma e elegância no paladar. Existem opções para apreciação no dia a dia até vinhos de guarda.

http://especial.divvino.com.br/guia-completo-de-vinho-para-iniciantes

Seus cachos são cilíndricos e médios, com casca espessa. Sua coloração é bastante escura, com taninos médios. Assim como as uvas tintas, é bastante encorpado nos vinhos, principalmente em blends com frutas Merlot e Pinot Noir.

uva tempranillo

Ao contrário de outras uvas, a Tempranillo não apresenta aromatização marcante, ainda que dê para sentir, em alguns casos, notas de baunilha, tostado e caramelo. O destaque em vinhos produzidos com a uva é a presença na boca.

Harmonização

A harmonização de vinhos com uva Tempranillo e pratos deve ser equilibrada, principalmente em razão da intensidade da fruta. Confira algumas opções de combinação:

Carnes: filé mignon, ragu de pato e costela ao bafo com molho de ervas.
Massas e molhos: molho sugo, molho pesto e lasanha à bolonhesa.
Risotos: tomate seco e pesto.
Queijos: brie, gruyere e semi curados.

Vinhos Tempranillo

Apesar da origem espanhola, atualmente muitos países investem na produção de rótulos com a uva. O Brasil é um deles, na região da Campanha Gaúcha. Por isso, vale a pena descobrir não só as bebidas originárias da Espanha, e, sim, garrafas de qualidade de todo o mundo.

A loja virtual do Divvino oferece uma categoria exclusiva de rótulos com a uva. Para conhecer, basta clicar no banner abaixo!

uva tempranillo