skip to Main Content
Do Suave Ao Seco: Como Começar A Beber Vinho

Do suave ao seco: como começar a beber vinho

Baixar PDFImprimir

No decorrer da nossa vida, vamos desenvolvendo nossas percepções sensoriais. Um cheiro que gostávamos muito pode se tornar enjoativo, um tipo de música pode passar a ser mais interessante, e alguns alimentos que não comíamos podem se transformar em nossos favoritos. Essa é uma mudança gradual e natural que ocorre todos os dias à medida que vamos tendo novas experiências.

Um gosto que muitos buscam adquirir é como começar a beber vinho seco, afinal, muito se fala a respeito dos sabores, dos aromas e das texturas da bebida. Porém, ao experimentar os rótulos errados, com sabores muito fortes ou intensos, algumas pessoas se assustam e acabam tendo uma experiência imprópria para seu paladar, que ainda não está acostumado.

Se você é um desses que quer aprender a beber vinhos secos, mas não sabe por onde começar, vamos ensinar um caminho para que seu paladar se acostume com as características da bebida de maneira gradual. Leia até o fim para aprender!

Primeiro passo: vinhos suaves

Se você quer aprender a tomar vinhos secos, é provável que já tenha experimentado os rótulos suaves. Esse é um bom início, porém é importante explicar que os dois estilos de bebidas não têm nada a ver entre si.

Os vinhos suaves são feitos de uvas americanas, como a Rubi, a Niágara, a Isabel e a Concórdia. Esses frutos são grandes, têm muita polpa, casca fina e sementes pequenas. Durante o processo de fabricação, ainda é acrescentado açúcar, o que confere às bebidas o sabor adocicado.

Já os vinhos secos são feitos a partir de uvas da espécie Vitis vinifera, que têm a casca grossa, pouca polpa e sementes grandes, além de serem muito menores que as variações de mesa.

O sabor dos vinhos suaves é muito similar ao do suco de uva integral, e seu aroma é frutado, porém ele não entrega a complexidade dos rótulos secos.

Segundo passo: Lambrusco

Para quem já conhece os vinhos suaves, o próximo passo é experimentar o Lambrusco. Trata-se de uma bebida frisante (ou seja, com algumas borbulhas), com baixo teor alcoólico e sabor levemente adocicado

Esse tipo de vinho pode ser bebido frio, entre 6 e 8 graus, e apresenta aromas de flores e frutas vermelhas, como morango, cereja e framboesa.

como começar a beber vinho lambrusco

Com sabor levemente adocicado, o Lambrusco é um vinho frisante ideal para iniciantes.

O Lambrusco é recomendado para iniciantes no mundo dos vinhos por ter pouco tanino, uma substância presente na bebida que produz aquela sensação de “amarrar a boca”. Dessa forma, você não sentirá um sabor adstringente tão forte e pode ir se acostumando com a bebida.

Outro ponto interessante é que existem estilos de Kambruscos diferentes, e você pode ir mudando gradativamente seu paladar, partindo do doce, para meio doce, para meio seco e, enfim, seco.

Terceiro passo: tintos leves

Assim que você já estiver familiarizado com as caraterísticas do Lambrusco, a sugestão é experimentar os vinhos tintos leves, como Pinot Noir e Gamay. Eles não são frisantes e têm taninos um pouco mais evidentes, porém são leves ao paladar.

Esses vinhos têm uma coloração rubi e são mais translúcidos. Seus principais aromas remetem a flores, como violeta, peônia e hibisco, e frutas vermelhas, como cereja, framboesa e romã.

Dentre os tintos leves, comece com rótulos mais jovens, de safras recentes. Eles tendem a ser mais frutados e leves.

Quarto passo: tintos médios

Depois de algum tempo, você perceberá que seu paladar se habituou aos tintos leves. Nesse ponto, já é possível perceber as nuances de sabores e aromas presentes nessas bebidas e entender como os taninos funcionam na degustação.

Chegou a hora de experimentar os tintos médios, como os das uvas Cabernet Sauvignon e Merlot. São variações com corpo um pouco mais intenso, taninos mais evidentes e acidez agradável.

como começar a beber vinho tintos medios

Com aromas frutados, os tintos médios são ótimos para acostumar o paladar a vinhos secos.

Em taça, você verá que os vinhos têm uma coloração rubi brilhante e pouco translúcida. No nariz, entregam notas de frutas vermelhas, negras e especiarias. Assim como com os tintos leves, comece experimentando rótulos jovens, de safras recentes.

Seguindo esses quatro passos de como começar a beber vinho, além de conhecer muitos estilos e uvas diferentes, seu paladar vai se habituando aos poucos a essas novas características de sabor. Lembre-se que isso pode demorar alguns meses, por isso, vá apreciando cada bebida aos poucos.

Gostou dessas dicas? Clicando no banner abaixo, você confere uma seleção especial de vinhos para iniciantes.

como começar a beber vinho divvino

Back To Top
Um presente para comprar seu vinho!

10% OFF

com o cupom BLOG10

Cupom de desconto válido para compras acima de R$ 299,00 até 31/10/21

Pular para o conteúdo