Guia de uvas: Malbec

Entendendo de vinho / 3 min

8 de abril de 2019

A Malbec é uma uva originária da região de Cahors, no sudoeste francês, mas que ficou mundialmente conhecida por sua produção vinícola da argentina. Seus vinhos apresentam características marcantes, como textura encorpada e forte presença de taninos.

Para descobrir mais sobre esse clássico dos vinhos, continue a leitura!

Origem

Apesar de muito associada à Argentina, a uva Malbec é originária da região de Cahors, localizada no sudoeste francês. A data, porém, é imprecisa, já que desde o século primeiro, o vinho é uma atividade comum na região.

Durante sua história, foi chamada de diversos nomes. Calcula-se que existem mais de mil sinônimos para o fruto, como Auxerrois, Côt Noir e Pressac. A partir da década de 1780, o nome Malbec começou a aparecer graças ao viticultor russo húngaro Monsieur Malbeck.

No final do século 19, uma praga conhecida como filoxera atingiu boa parte da Europa, dizimando vinícolas e ameaçando diversas espécies de extinção. A sobrevivência da uva Malbec se deve muito à sua vinda para a região do Novo Mundo, poucos anos antes.

Em novo território, a uva se adaptou perfeitamente e começou a render bons vinhos. Durante o século 20, os Malbecs produzidos em solo argentino ganharam notoriedade no mundo todo graças à “bebibilidade” mais fácil quando comparado aos franceses, que costumavam ser mais potentes.

Atualmente, trata-se da variação mais produzida na Argentina, representando cerca de 33% da produção vinícola total. O grande polo dos Malbecs argentinos é Mendoza, província localizada na região oeste do país e a leste da Cordilheira dos Andes.

uva malbec

Videiras de Malbec em Mendoza, Argentina.

Na França, sua produção foi retomada algum tempo após a praga, ganhando espaço novamente no fim do século 20. É muito utilizada nas denominações de origem de Cahors e Bordeaux.

Também é possível encontrar vinhos de uva Malbec de boa qualidade no Chile, Estados Unidos, Austrália, África do Sul, Austrália e Brasil.

Características da uva

Os frutos Malbec são arredondados, com uma aparência azul anil. Já seu vinho é conhecido por ser bastante escuro e pouco translúcido. A coloração é um púrpura intenso e brilhante.

No paladar, trata-se de um vinho intenso, potente e com taninos bem presentes. Seu sabor é prolongado, aveludado, com bastante acidez e um final de boca suavemente adocicado.

Já em seus aromas, é possível encontrar frutas vermelhas e negras frescas, além toques florais de baunilha e violetas. Alguns rótulos apresentam também traços de mineralidade.

Harmonização

Para apreciar seu Malbec, o ideal é escolher pratos com sabor intenso e uma boa quantidade de gordura. Dessa forma, o vinho poderá proporcionar uma boa potência e limpar a untuosidade do paladar, preparando-o para o próximo pedaço.

Seguindo a tradição argentina, a primeira harmonização ideal é com carnes com sabor forte e gorduroso, como bife de chorizo, picanha e carré de cordeiro, preparados na churrasqueira.

uva malbec

A harmonização entre Malbec e churrasco é um clássico argentino.

Os queijos maturados, como gorgonzola e provolone, também podem servir de combinação para o Malbec. Podem ser apreciados tanto como petiscos quanto aparecer em massas como macarrão e lasanha.

Carnes: bife de chorizo, picanha, carré de cordeiro;
Massas e molhos: lasanha e macarrão aos quatro queijos;
Risotos: funghi, gorgonzola;
Queijos: gorgonzola, provolone.

Vinhos Malbec

Marcantes no corpo e no paladar, os vinhos da uva Malbec são ideais para acompanhar refeições com sabores fortes. Apesar de terem surgido na França, se adaptaram bem à Argentina, se tornando a principal casta do país.

Clique no banner abaixo e descubra os rótulos da uva Malbec que os especialistas do Divvino separaram especialmente para você!

uva malbec