skip to Main Content
Guia De Uvas: Malbec, A Casta Mais Produzida Da Argentina

Guia de uvas: Malbec, a casta mais produzida da Argentina

A uva Malbec é originária da região de Cahors, no sudoeste francês, mas que ficou mundialmente conhecida por sua produção vinícola na Argentina. Hoje, é a casta mais importante do país sul-americano, e gera rótulos exportados para todo o mundo.

Seus vinhos apresentam características marcantes, como textura encorpada e forte presença de taninos, e os sabores e aromas podem variar de acordo com o terroir da região produtora.

Para descobrir mais sobre esse clássico dos vinhos, continue a leitura!

Origem

Apesar de muito associada à Argentina, a uva Malbec é originária da região de Cahors, localizada no sudoeste francês. A data, porém, é imprecisa, já que desde o século primeiro, o vinho é uma atividade comum na região.

Durante sua história, foi chamada de diversos nomes. Calcula-se que existem mais de mil sinônimos para o fruto, como Auxerrois, Côt Noir e Pressac. A partir da década de 1780, o nome Malbec começou a aparecer graças ao viticultor russo húngaro Monsieur Malbeck.

No final do século 19, uma praga conhecida como filoxera atingiu boa parte da Europa, dizimando vinícolas e ameaçando diversas espécies de extinção. A sobrevivência da uva Malbec se deve muito à sua vinda para a região do Novo Mundo, poucos anos antes.

uva malbec origem

Em novo território, a uva se adaptou perfeitamente e começou a render bons vinhos. Durante o século 20, os Malbecs produzidos em solo argentino ganharam notoriedade no mundo todo graças à “bebibilidade” mais fácil quando comparado aos franceses, que costumavam ser mais potentes.

Atualmente, trata-se da variação mais produzida na Argentina, representando cerca de 33% da produção vinícola total. O grande polo dos Malbecs argentinos é Mendoza, província localizada na região oeste do país e a leste da Cordilheira dos Andes.

Hoje, a uva é muito importante para o mercado argentino, pois representa quase metade do número total da exportação de vinhos. Em 2018, dos 275,3 milhões de litros da bebida que foram vendidos para outros países, cerca de 124,4 milhões eram de Malbec.

uva malbec

Videiras de Malbec em Mendoza, Argentina.

Na França, sua produção foi retomada algum tempo após a praga, ganhando espaço novamente no fim do século 20. É muito utilizada nas denominações de origem de Cahors e Bordeaux.

Também é possível encontrar vinhos de uva Malbec de boa qualidade no Chile, Estados Unidos, Austrália, África do Sul, Austrália e Brasil.

Características da uva

Os frutos Malbec são arredondados, com uma aparência azul anil. Já seu vinho é conhecido por ser bastante escuro e pouco translúcido. A coloração é um púrpura carregado e brilhante.

No paladar, trata-se de um vinho intenso, potente e com taninos bem presentes. Seu sabor é prolongado, aveludado, com bastante acidez e um final de boca suavemente adocicado.

Já em seus aromas, é possível encontrar frutas vermelhas e negras frescas, além de toques florais de baunilha e violetas e pimenta preta. Alguns rótulos apresentam também traços de mineralidade.

Os rótulos com maior potencial de guarda podem oferecer aromas e sabores diferenciados, desde notas de chocolate e carvalho a características de frutas negras e maior presença de taninos.

Blends

A uva Malbec é excelente para ser misturada a outras cepas, técnica conhecida como blend, assemblage ou corte. Isso é feito para intensificar o corpo e trazer aromas frutados aos vinhos.

Na Argentina, é muito comum encontrar cortes feitos com a uva Cabernet Sauvignon. Já na França, a uva faz parte do famosos blend de Bordeaux, ao lado da Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Petit Verdot.

Malbec argentino x Malbec francês

Quem pensa que a uva Malbec é genuinamente argentina não está totalmente errado. Apesar de ter surgido na região de Cahors, cerca de 75% dos rótulos de todo o mundo feitos com a casta são oriundos do país sul-americano.

Além disso, após o ataque da praga filoxera às videiras da França, muitas vinícolas tiveram que replantar seus vinhedos a partir de mudas da Argentina, ou não seria possível escalar a produção.

uva malbec mlabec argentino malbec frances

Dito isso, é importante reparar que os vinhos Malbec da Argentina e da França apresentam grandes diferenças sensoriais. Isso se dá principalmente em razão do clima e da altitude de cada país.

Na Argentina, é comum que as uvas recebam maior incidência de luz solar, desenvolvendo cascas mais grossas e pigmentos mais intensos, o que reflete diretamente nas características do vinho. Além disso, o calor desenvolve o açúcar residual dos frutos, gerando bebidas mais doces e frutadas.

Já no clima ameno da França, as cascas da cepa ficam mais finas, tornando-as mais sensíveis a condições adversas (como pestes, geadas e fungos). A menor quantidade de raios solares também faz com que os vinhos sejam mais tânicos e rústicos.

Confira, no infográfico abaixo, as características de cada terroir!

malbec infográfico

Harmonização

Para apreciar seu Malbec, o ideal é escolher pratos com sabor intenso e uma boa quantidade de gordura. Dessa forma, o vinho poderá proporcionar uma boa potência e limpar a untuosidade do paladar, preparando-o para o próximo pedaço.

Seguindo a tradição argentina, a primeira harmonização ideal é com carnes com sabor forte e gorduroso, como bife de chorizo, picanha e carré de cordeiro, preparados na churrasqueira.

uva malbec

A harmonização entre Malbec e churrasco é um clássico argentino.

As carnes curadas funcionam muito bem nessa harmonização. Prepare uma tábua com produtos de charcutaria, como salame, presunto cru, pastrami e linguiças diversas, para degustar seu Malbec. A experiência será deliciosa!

Os queijos maturados, como gorgonzola e provolone, também podem servir de combinação para o Malbec. Podem ser apreciados tanto como petiscos quanto aparecer em massas, como macarrão e lasanha.

Por fim, não tenha medo de condimentar bem sua comida. Temperos com sabor mais intenso, como cominho e pimenta-do-reino preta, vão muito bem com uma taça desse vinho. Caso for optar por ervas e vegetais, alecrim, sálvia e chalotas são as melhores opções.

 

Harmonização
Carnes bife de chorizo, picanha, carré de cordeiro
Massas e molhos lasanha e macarrão aos quatro queijos
Risotos funghi, gorgonzola
Queijos gorgonzola, provolone

 

Vinhos Malbec

Marcantes no corpo e no paladar, os vinhos da uva Malbec são ideais para acompanhar refeições com sabores fortes. Apesar de terem surgido na França, se adaptaram bem à Argentina, se tornando a principal casta do país.

Clique no banner abaixo e descubra os rótulos da uva Malbec que os especialistas do Divvino separaram especialmente para você!

vinhos malbec divvino

Back To Top