Entendendo de vinho: você sabe o que é um blend?

Entendendo de vinho / 3 min

13 de maio de 2019

A maioria dos vinhos produzidos são identificados pela uva utilizada na sua produção, como Cabernet Sauvignon, Merlot ou Pinot Noir, por exemplo. Porém, algumas vezes, podemos encontrar os blends, ou seja, vinhos com dois ou mais frutos indicados.

Você sabe o que é blend e quais as características de um vinho produzido dessa maneira? Continue a leitura e entenda por que os enólogos utilizam essa técnica!

Afinal, o que é blend?

Também conhecido como corte ou assemblagem, o blend é uma técnica utilizada por enólogos que mistura porções de diferentes tipos de vinho, com o intuito de formar um produto final que alie as características presentes nessas parcelas.

O mais comum é que se misture diferentes tipos de uvas, buscando as nuances presentes em cada variação. Essa, porém, não é a única maneira de se produzir blends. O produtor também pode misturar frutos de diferentes safras, videiras, terroirs e solos. Todas essas combinações podem trazer aromas, sabores e cores distintos.

Para muitos entusiastas do vinho, o blend representa melhor as características de um enólogo. Isso porque, quando se adquire um rótulo varietal (ou seja, a partir de uma só casta), é mais fácil de prever o que ele poderá oferecer.

Em um blend, essa previsão é mais complicada. Além disso, o produtor deve fazer diversos estudos para conseguir encontrar a mistura ideal e que tenha como resultado aquilo que ele espera, processo que costuma demorar anos.

o que é blend

O blend é um vinho feito a partir de diferentes uvas.

Exemplos de blend

Um clássico é o Blend de Bordeaux, da mesma região francesa, que pode misturar porcentagens diferentes de seis uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc, Malbec, Petit Verdot, e Carmenère.

Cada um desses frutos é utilizado com porcentagens específicas, e pode alterar a percepção com relação a diferentes nuances do vinho. A Petit Verdot, por exemplo, influencia nas primeiras percepções do vinho. Já a Cabernet Sauvignon aparece com mais potência no meio da degustação.

Outro blend famoso da França é o GSM, ou Grenache, Syrah e Mourvèdre. Essa última uva, apesar de presente em uma pequena porcentagem, contribui com aromas que não estão presentes nas outras uvas e adiciona corpo ao vinho.

o que é blend

Blend x Varietal

Após entender o que é blend, é comum que muitas pessoas se perguntem se esse estilo de vinho é melhor que os varietais, ou seja, aqueles produzidos com apenas um tipo de uva.

Na realidade, não há uma resposta correta para esse embate. Ambos têm suas características, bem como seu valor. A escolha entre um ou outro dependerá muito da bebida que você pretende apreciar naquele momento.

O varietal, porém, pode ser considerado um vinho mais “direto” e mais previsível. Já ao beber um blend, você conseguirá perceber como aquelas características diferentes que o produtor buscou aparecem no vinho.

Os blends são um estilo de vinhos que oferece nuances de diferentes uvas combinadas na sua taça. A experiência de degustar um desses rótulos é completamente diferente quando comparado a uma bebida varietal.

A fim de descobrir um pouco mais sobre as características que esses vinhos podem proporcionar? Assine o ClubeD, o clube de assinatura de vinhos do Divvino Clique no banner abaixo e confira!

o que é blend