Harmonização

Dia da Pizza: 3 opções de harmonização com vinhos

Harmonização / 3 min

10 de julho de 2019

Apesar de ser um prato de origem italiana, a pizza é uma grande paixão dos brasileiros. O entusiasmo é tamanho que, em 10 de julho, é comemorado no Brasil o Dia da Pizza, data que teve sua origem em 1985 na cidade de São Paulo, mas acabou se espalhando por todo o país.

E para acompanhar uma boa pizza, não há nada melhor que um bom vinho. Escolhendo o rótulo correto, que respeite os sabores presentes, você terá uma excelente harmonização.

Descubra, a seguir, três sugestões de harmonização entre pizza e vinho que vão agradar o seu paladar!

1. Pizza de calabresa

É o sabor preferido dos brasileiros, mesmo levando poucos ingredientes: massa, molho de tomate, queijo, calabresa e, algumas vezes, cebola. Por conta de seu sabor salgado e untuoso, é necessário escolher um rótulo com acidez e taninos bem presentes para equilibrar sua degustação.

Uma excelente sugestão é o Barbera D’alba Domina 2016, rótulo da região italiana de Piemonte. Trata-se de um tinto elegante, com aroma de frutas vermelhas maduras e toques herbáceos.

O mesmo vinho pode ser utilizado para harmonizar com pizzas sabor pepperoni, que são uma variação de linguiça mais apimentada.

pizza e vinho

2. Pizza de frango com catupiry

O requeijão cremoso tipo catupiry é uma invenção genuinamente brasileira e foi incorporado aos sabores de pizza na década de 70, pois mantinha sua consistência, mesmo sob altas temperaturas. O frango, por sua vez, veio complementar a mistura trazendo sabor e textura.

O Phebus Reserva Merlot 2017 é um rótulo marcante, capaz de suavizar a cremosidade do catupiry e o sabor do frango, limpando seu paladar enquanto degusta a iguaria.

Com um paladar de médio corpo, apresenta taninos finos e elegantes e aromas de especiarias e notas de café tostado.

pizza e vinho

3. Pizza Margherita

É a pizza mais tradicional da província de Napoli, feita com tomates, manjericão fresco, muçarela de búfala e um fio de azeite. Foi nomeada assim em homenagem a Margherita de Savoy, rainha da Itália entre 1878 e 1900. Além disso, seus ingredientes representam as cores da bandeira de seu país de origem.

Como harmonização para um clássico italiano, é ideal escolher um bom rótulo de mesma origem, como o Chianti Castellani Reserva DOCG. Feito com um blend entre Cabernet Sauvignon, Canaiolo, Sangiovese, é um vinho macio, com taninos aveludados e polidos.


Entre os principais aromas, é possível perceber notas de cereja e morango fresco, acompanhados por ervas finas. Sua passagem em barris de carvalho por 24 meses, o deixaram completamente sedosos e polidos.

É um vinho que conversa bem com sabores herbais e queijos, tornando-se a opção ideal a quem deseja desfrutar de uma pizza tradicional como a Margherita.

Para cada sabor de pizza, há um vinho ideal, escolher o rótulo correto deve dar à sua degustação uma experiência totalmente diferente. Para conferir diversas receitas de pizzas doces e salgadas, e o vinho ideal para cada uma delas, clique no banner abaixo e baixe gratuitamente o e-book com 25 receitas entre a massa e a bebida!

pizza e vinho

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *