skip to Main Content
Vinhos Para O Inverno: 15 Opções Para Apreciar No Frio!

Vinhos para o inverno: 15 opções para apreciar no frio!

Salvar PDFImprimir

vinho inverno

Vinho e inverno são um casamento perfeito. Isso porque, em dias mais frios, a bebida pode ser consumida em temperatura ambiente, ajuda a aquecer o corpo e combina bem com pratos da estação.

É comum que os vinhos tintos encorpados tenham uma presença maior no inverno, graças à sua estrutura. Os brancos, geralmente, trazem uma sensação de frescor, sendo menos solicitados em dias de temperaturas baixas – porém, não é impossível combiná-los.

Neste post, indicamos dez variações apetitosas de vinhos para o inverno. Boa leitura!

1. Cabernet Sauvignon

Com corpo intenso e taninos e acidez moderados, a Cabernet Sauvignon é uma uva muito popular em todo o mundo. Entre seus aromas, é possível encontrar notas de cedro, frutas vermelhas e negras e especiarias, e no paladar, um sabor frutado agradável.

Mesmo sendo uma bebida já conhecida, abrir uma garrafa deste vinho no inverno é uma experiência completamente diferente. Além de uma percepção distinta de paladar e aromas, pode combinar com pratos quentes da estação.

Você pode servir este vinho com carnes vermelhas, queijos, como cheddar e gorgonzola, e massas e lasanhas ao molho vermelho.

vinhos inverno cabernet sauvignon

2. Malbec

Os vinhos da uva Malbec são a variedade mais produzida e mais consumida na Argentina, um país onde os invernos são mais rigorosos. Sua textura é encorpada, com taninos estruturados e um final de boca que remete a frutas vermelhas e negras.

Este é o vinho certo para beber enquanto se aquece ao lado da lareira, desfrutando de uma tábua de queijos, como gorgonzola, muçarela de búfala, provolone ou queijo suíço.

Outra combinação recomendada é apreciá-lo com um bom churrasco de carnes mais gordurosas, como picanha, bife de chorizo ou cordeiro. Vale a pena experimentar!

 

vinho inverno

Os vinhos Malbec são excelentes para beber saboreando carnes de churrasco.

3. Syrah

Outro exemplo de tinto encorpado, a uva Syrah (às vezes conhecida como Shiraz) traz taninos e acidez bem equilibrados, e aromas de frutas vermelhas e negras. Apresenta ainda notas interessantes de especiarias, como pimenta preta, cravo-da-índia e canela no final de boca.

Por suas características, acompanha pratos condimentados com cominho e pimenta-do-reino, que podem inclusive aguçar o paladar e melhorar sua degustação. Alguns exemplos são carne suína grelhada e ossobuco.

Para o frio, prefira os vinhos Syrah com mais corpo, de países como Argentina, África do Sul e Austrália.

vinhos inverno syrah

4. Chardonnay

Mesmo sendo menos comuns durante as estações mais frias, os vinhos brancos da uva Chardonnay são encorpados e com características marcantes. Nos aromas e no paladar, há muita riqueza, como notas de frutas brancas, ervas e especiarias.

Uma dica para o inverno é apostar em vinhos dessa uva com passagem por barrica. Além de trazer aromas de caramelo e baunilha, tendem a apresentar uma maior complexidade.

vinhos inverno chardonnay

É um vinho de inverno excelente para acompanhar sopas e caldos de peixe, cogumelos ou vegetais, pratos muito consumidos durante o frio.

5. Vinho do Porto

Pode ser produzido a partir de diversas uvas na região do Douro. É conhecido por ser um vinho fortificado, que tem como aditivo outra bebida alcoólica, e por isso sua graduação é mais alta que os demais.

As variações mais nobres deste tipo de vinho, conhecidas como Tawny e Ruby, são excelentes para serem degustadas durante a sobremesa ou após as refeições nos dias mais frios.

O Vinho do Porto tem um sabor doce e rico, com notas de caramelo, frutas vermelhas, negras e especiarias. Entre as harmonizações indicadas estão chocolates, tortas de frutas, castanhas e queijos azuis.

6. Sangiovese

Massas ao molho vermelho, lasanhas, pizzas, vegetais assados e queijos curados – todos pratos consumidos nos dias frios por terem estrutura e sabor intenso – são perfeitos para harmonizar com uma taça de Sangiovese.

Com taninos bem presentes e um alto nível de acidez, a uva é versátil e pode render desde vinhos jovens e leves a rótulos intensos, com passagem por barrica. Em todo caso, você encontrará sabores e aromas rústicos e marcantes.

Uma denominação de origem clássica feita com a uva Sangiovese é o vinho italiano de Chianti, perfeito para o inverno.

vinhos inverno sangiovese

7. Nebbiolo

A Nebbiolo é original da região do Piemonte, no noroeste da Itália, e dá origem a vinhos rústicos e potentes. Não é incomum que sejam harmonizados a comidas de sabores igualmente intensos e deliciosos para se desfrutar em dias frios, como ragu, cordeiro e queijos cremosos.

Você deve encontrar a uva principalmente em denominações de origem como Barolo e Barbaresco. A primeira é mais potente e tânica, enquanto a segunda é mais frutada e equilibrada.

Dica: para uma harmonização mais sofisticada, desfrute seu Nebbiolo com pratos com trufas. Nunca falha!

8. Merlot

A uva Merlot é muito citada por sua versatilidade, podendo gerar vinhos mais leves e mais pesados, de acordo com o terroir. Seja qual for o caso, trata-se de uma ótima opção para apreciar em dias de temperatura amena.

Banner volta ao mundo dos vinhos

Nos últimos anos, a Merlot vem se destacando mundialmente por sua produção no Brasil, gerando rótulos deliciosos principalmente no sul do país. Optando por um vinho merlot brasileiro, você paga um preço justo e apoia o crescimento do mercado nacional.

Com intensidade média e acidez equilibrada, combina bem com assados de aves e porco, queijos de massa semidura e molhos encorpados.

9. Jerez

O vinho Jerez é um dos mais antigos que se tem notícia. Assim como o Porto, trata-se de uma variedade fortificada, que tem vários subtipos e demora anos para ser vinificada.

Sua textura cremosa, seu sabor intenso e alto teor alcoólico são excelentes para apreciar em uma noite fria. Para acompanhar, uma tábua de queijos e produtos de charcutaria fazem contraponto tanto com a acidez, quanto com o sabor adocicado do vinho.

Duas taças de vinho jerez

Para se aquecer no inverno, desfrute de uma boa taça de Jerez.

10. Champagne

A região em que os vinhos de Champagne são produzidos fica localizada no noroeste da França, e na maior parte do ano as temperaturas não ultrapassam os 10 graus. Lá, o espumante francês passa por um processo de fermentação cauteloso e demorado.

Para o inverno, escolha rótulos com passagem por barrica. Eles desenvolvem características mais encorpadas e notas de amêndoas e castanhas, que combinam perfeitamente com a estação.

11. Viognier

A Viognier é uma uva cultivada em diversos países como Brasil, Itália, Canadá e Chile. No final do século XIX e início do século XX, quase foi extinta pela praga filoxera, que dizimou vinhedos ao redor do mundo e quase acabou com a produção vinífera da Europa na época.

Com a recuperação dos vinhedos franceses no final do mesmo século, a Viognier cresceu novamente e hoje em dia é muito característica na região de Rhône.

Os vinhos viognier são brancos aromáticos, de baixa acidez e mais robustos. Além disso, as bebidas também costumam ter teor alcoólico mais elevado e aromas de flores e frutas, como o damasco, lavanda, pinho e outros. Colheitas tardias também podem apresentar notas de mel.

Se optar por apreciá-la no inverno, combine o vinho com queijos como brie e camembert, massas em molho branco, peixes e pratos picantes.

Card vinho Viognier

12. Touriga Nacional

A Touriga Nacional é uma uva portuguesa presente no Vinho do Porto. Apesar de sua raíz ser em Portugal, hoje em dia ela também é cultivada em países como Brasil, Chile, Estados Unidos, África do Sul, entre outros.

O vinho Touriga Nacional costuma ter teor alcoólico mais elevado, como o próprio Vinho do Porto, resultando em aromas complexos e intensidade de cor. Nas harmonizações, os queijos azuis, sobremesas à base de chocolate ou nozes, carnes vermelhas e com molho de frutas são boas opções.

Card vinho Touriga Nacional

13. Riesling

A Riesling é uma uva originária da Alemanha e amplamente cultivada no país até hoje. Ela se desenvolve bem em temperaturas moderadas, pois em climas quentes os aromas e acidez se perdem, devido à maturação acelerada.

Trata-se de uma variedade branca, que gera vinhos de intensidade e complexidade aromática, com notas frutadas, principalmente de frutas cítricas, como limão siciliano e laranja, além dos aromas minerais. O vinho da uva Riesling costuma ter baixo teor alcoólico e acidez elevada.

Para o inverno, prefira os vinhos secos e harmonize-os com comidas picantes, carnes brancas e sobremesas como strudel de maçã.

Card Vinhos Riesling

14. Montepulciano

A Montepulciano é a segunda uva mais cultivada na Itália, sendo ultrapassada apenas pela Sangiovese. A principal região produtora é Abruzzo, mas também pode ser encontrada em outras regiões em menor escala. 

Os vinhos provenientes da Montepulciano costumam ter teor alcoólico considerável, taninos suaves, aromas de frutas negras como amoras e cerejas, além de notas de cacau e tabaco. Pode ser utilizada tanto na produção de vinhos jovens quanto em vinhos de velha guarda.

Na hora de harmonizar, pensando na combinação vinho e inverno, pizzas e massas à base de tomate, como bolonhesa, são boas opções.

Card Vinhos Montepulciano

15. Rosé

O vinho rosé é conhecido por seu frescor e leveza. Sua cor advém de um processo no qual a bebida fica em contato com a casca da uva por um curto período de tempo.

Apesar de ser muito querido nas estações mais quentes do ano, ele também pode ser uma boa opção de vinho para o frio, uma vez que existem alguns rótulos mais encorpados, conforme sua produção. Para a harmonização, as opções são diversas: bolinho de bacalhau, carnes e massa e até mesmo doces mais leves podem ser incluídos na lista.

 

 

Card Vinhos Rosé

Desfrutar de um bom vinho no inverno, seja ao lado da lareira, debaixo das cobertas ou durante uma refeição, é um prazer inigualável. A bebida ajuda a esquentar o corpo e traz sabores e aromas que combinam perfeitamente com o clima ameno.

Na loja virtual do Divvino, você encontra esses e diversos outros tipos de vinhos para a estação mais fria do ano. Clique no banner abaixo e confira a seleção que fizemos especialmente para a estação!

vinhos inverno divvino

Back To Top Skip to content